O QUE ACONTECEU EM SEUL APÓS A DEMOLIÇÃO DE UMA VIA EXPRESSA

    Em http://portalarquitetonico.com.br/uma-impressionante-renovacao-urbana-em-seul/
    Por Rafael Giaretta, atualizado em 10/01/2012.

Um grande exemplo de renovação urbanística e mitigação dos efeitos nocivos do mau planejamento dos modais motorizados, a demolição da via expressa e recuperação do canal Cheonggyecheon é um grande exemplo a ser seguido para melhorar a qualidade de vida nas cidades. VEJA O VÍDEO

Mas a idéia de substituir a via expressa começou em 1999 quando a Câmara Municipal de Seul precisou fechar uma das três artérias rodoviárias da cidade. Paradoxalmente, com o fechamento da via eles descobriram que o volume de viagens de carro caiu substancialmente. E isso é um exemplo do Paradoxo Braess, que afirma que:

“Removendo o espaço em uma área urbana e diminuindo a capacidade extra dentro de um sistema de rede viária, pode-se diminuir o trânsito de automóveis em geral.”

Tão bom exemplo, que o texto publicado neste post foi utilizado como base para uma questão do ENADE 2011, o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes, que avalia o desempenho dos alunos de graduação de vários cursos no Brasil. A oportunidade de ter um dos nossos textos utilizados como fonte para este Exame nos deixa muito felizes e motivados a continuar compartilhando ainda mais sobre os bons exemplos que contribuem para o responsável desenvolvimento urbano no futuro. VEJA A QUESTÃO DA PROVA

 

Nota: Dietrich Braess (born June 16, 1938 in Hamburg) is a German mathematician. He is known for Braess’s paradox, which deals with traffic equilibrium.

Sobre Braess e sua teoria, visite os sites abaixo:
www.sinaldetransito.com.br/curiosidades_foto.php?IDcuriosidade=84&alt=
http://pt.wikipedia.org/wiki/Paradoxo_de_Braess

Sobre o Autor

Mário Márcio Leal

Sou patologista humano, mas no momento estou interessado na patologia do ser urbano e sua principal doença - O ENGARRAFAMENTO.

Deixe um comentário